segunda-feira, 11 de julho de 2011

grandes cientistas



Albert Einstein -
 

          Quem foi 
        Einstein nasceu na Alemanha no ano de 1879. Ele foi físico e matemático e até hoje é conhecido pela sua genialidade. 
Com sua Teoria da Relatividade mudou o pensamento da humanidade a respeito de tempo e espaço. Esta foi apresentada por ele no ano de 1905, sendo reapresentada com mais informações no ano de 1915. A partir daí, soube-se que era possível criar uma potente arma nuclear.
Em 1921, esta notável figura recebeu o Prêmio Nobel de Física ao explanar sua teoria quântica, que apresentava esclarecimentos sobre o efeito fotoelétrico. 
         Este brilhante físico e matemático era de origem judia, e, como todo povo judeu, ele foi perseguido pelos nazistas; contudo, ele conseguiu deixar a Alemanha, passando primeiramente pela Inglaterra, e, posteriormente, estabeleceu sua moradia nos Estados Unidos, onde se naturalizou cidadão americano. 
Einstein entristeceu-se profundamente ao ver as conseqüências desastrosas da bomba nuclear, e, uma semana antes de sua morte, relatou este fato em uma carta escrita a Bertrand Russel, onde pedia que seu nome fosse colocado numa petição onde clamava para que a produção de armas nucleares fosse abandona. 
          Este grande homem, que tanto contribuiu com sua genialidade, passou os últimos anos de sua vida em busca de uma teoria onde pudesse trabalhar ao mesmo tempo com a matemática e com as leis da Física. Contudo, sua busca não pôde ser concluída, pois, em 1955, o mundo perdeu este cientista de cérebro brilhante.
                
                                Leonardo da Vinci
               
            Nasceu em Vinci, perto de Florença em 15 de abril de 1452 e faleceu em Castle Cloux, perto de Amboise em 2 de maio de 1519.
           Muitos acham que Leonardo foi somente um artista por causa das suas famosas obras Mona Lisa e A Última Ceia. Entretanto, ele foi muito mais do que isso. Pertenceu à era da Renascença e, embora lhe faltasse uma educação mais clássica, ele foi engenheiro militar e visualizou equipamentos além do escopo de seu tempo. Desenhou tanques e aeroplanos primitivos, usando mecanismos e engrenagens sofisticados para tecnologia da época.                Desenhou a primeira idéia de para-quedas e construiu o primeiro elevador. Por causa dessas muitas habilidades Leonardo teve muitos patrões poderosos como os Borgia, os Medici, Louis XII, entre outros.
Na ciência, Leonardo teve excelentes ideias como a noção do princípio da inércia, a aceleração dos corpos em queda livre e entendeu a impossibilidade do movimento perpétuo.      Estudou a estrutura dos ossos e músculos, incluindo o coração e suas válvulas, pela dissecação de cadáveres. Propôs a idéia da circulação sanguínea bem antes de Harvey. Considerava que a Lua tinha a natureza da Terra e seu brilho era o reflexo do Sol. Defendia que a Terra não era o centro do universo e girava em torno de seu eixo. Tinha opiniões corretas a respeito dos fósseis.
         Infelizmente, suas idéias não foram conhecidas por seus contemporâneos pois ele as mantinha em código em volumosos cadernos de anotações, só mais modernamente decifradas.
                 

Isaac newton




                           

           Isaac Newton nasceu em Londres, no ano de 1643, e viveu até o ano de 1727. Cientista, químico, físico, mecânico e matemático, trabalhou junto com Leibniz na elaboração do cálculo infinitesimal. Durante sua trajetória, ele descobriu várias leis da física, entre elas, a lei da gravidade.
Vida e realizações
     Este cientista inglês, que foi um dos principais precursores do  Iluminismo, criou o binômio de Newton, e, fez ainda, outras descobertas importantes para a ciência. Quatro de suas principais descobertas foram realizadas em sua casa, isto ocorreu no ano de 1665, período em que a Universidade de Cambridge foi obrigada a fechar suas portas por causa da peste que se alastrava por toda a Europa. Na fazenda onde morava, o jovem e brilhante estudante realizou descobertas que mudaram o rumo da ciência: o teorema binomial, o cálculo, a lei da gravitação e a natureza das cores. 
       Dentre muitas de suas realizações escreveu e publicou obras que contribuíram significativamente com a matemática e com a física. Além disso, escreveu também sobre química, alquimia, cronologia e teologia.
Newton sempre esteve envolvido com questões filosóficas, religiosas e teológicas e também com a alquimia e suas obras mostravam claramente seu conhecimento a respeito destes assuntos. Devido a sua modéstia, não foi fácil convencê-lo a escrever o livro Principia, considerado uma das obras científicas mais importantes do mundo. 
         Newton tinha um temperamento tranqüilo e era uma pessoa bastante modesta. Ele se dedicava muito ao seu trabalho e muitas vezes deixava até de se alimentar e também de dormir por causa disso. Além de todas as descobertas que ele fez, acredita-se que ocorreram muitas outras que não foram anotadas. 
       Diante de todas as suas descobertas, que, sem sombra de dúvida, contribuíram e também ampliaram os horizontes da ciência, este cientista brilhante acreditava que ainda havia muito a se descobrir. E, em 1727, morreu após uma vida de grandes descobertas e realizações.
                 
             GALILEU GALILEI
                                        
                                            

 Quem foi 
        Grande Físico,  matemático e Astrônomo, Galileu Galilei nasceu na Itália no ano de 1564. Durante sua juventude ele escreveu obras sobre Dante e Tasso. Ainda nesta fase, fez a descoberta da lei dos corpos e enunciou o princípio da Inércia. Foi um dos principais representantes do renascimento Científico dos séculos XVI e XVII.
Descobertas, idéias e estudos 
           Galileu foi o primeiro a contestar as afirmações de   Aristóteles , que, até aquele momento, havia sido o único a fazer descobertas sobre a física. Neste período ele fez a balança hidrostática, que, posteriormente, deu origem ao relógio de pêndulo. A partir da informação da construção do primeiro telescópio, na Holanda, ele construiu a primeira luneta astronômica e, com ela, pôde observar a composição estelar da Via Látea, os satélites de Júpiter, as manchas do sol e as fases de Vênus. Esses achados astronômicos foram relatados ao mundo através do livro Sidereus Nuntius (Mensageiro das Estrelas), em 1610. Foi através da observação das fases de Vênus, que Galileu passou a enxergar embasamento na visão de Copérnico (Heliocêntrico – O Sol como centro do Universo) e não na de Aristóteles, onde a Terra era vista como o centro do Universo. 
         Por sua visão heliocêntrica, o astrônomo italiano teve que ir a Roma em 1611, pois estava sendo acusado de herege. Condenado, foi obrigado a assinar um decreto do Tribunal da inquisição, onde declarava que o sistema heliocêntrico era apenas uma hipótese. Contudo, em 1632, ele voltou a defender o sistema heliocêntrico e deu continuidade aos seus estudos. 
Muitas idéias fundamentadas por Aristóteles foram colocadas em discussão por indagações de Galilei. Entre elas, a dos corpos leves e pesados caírem com velocidades diferentes. Segundo ele, os corpos leves e pesados caem com a mesma velocidade. 
Em 1642, ele morreu cego e condenado pela Igreja Católica por suas convicções científicas. Teve suas obras censuradas e proibidas. Contudo, uma de suas obras (sobre mecânica) foi publicada mesmo com a proibição da Igreja, pois seu local de publicação foi em zona protestante, onde a interferência católica não tinha influência significativa. A mesma instituição que o condenou o absolveu muito tempo após a sua morte, em 1983.

Nicolau Copérnico

              Nascido na Polônia, no ano de 1473, Nicolau Copérnico é considerado o fundador da Astronomia moderna. 
Antes de sua teoria, os homens consideravam como verdadeira a tese de um cientista grego chamado Ptolomeu, que defendia a idéia de que a Terra era o centro do universo.
Contrário a esta idéia, Copérnico não se convenceu da idéia de que o Sol e todos os demais planetas giravam em torno da Terra. Por esta razão, defendeu a tese de todos os planetas, inclusive a Terra, giravam em torno do sol (Heliocentrismo).
Assim como Copérnico, outros estudiosos não se convenceram da teoria de Ptolomeu; contudo, foi o fundador da Astronomia moderna o pioneiro na defesa bem fundamentada destes argumentos. Entretanto, somente após o surgimento de Galileu Galilei é que essa verdade, com auxílio de telescópio, pôde ser provada.  
Ainda segundo as explicações de Copérnico, a Terra girava sobre si mesma, e as estrelas ficavam a muitas distâncias de nós. Todas as suas explanações foram publicadas em seu livro: Os Movimentos dos Corpos Celestes. Copérnico faleceu no ano de 1543, após uma vida de grandes descobertas e de grande contribuição à Astronomia. 


René Descartes



Quem foi
           Descartes foi um importante filósofo, matemático e físico francês do século XVII. Também fez estudos nas áreas da Epistemologia e Metafísica. Descartes é considerado o pioneiro no pensamento filosófico moderno.
Nascimento
Descartes nasceu na cidade de La Haye (França) em 31 de março de 1596.
Morte
Descartes morreu na cidade de Estocolmo (Suécia) em 11 de fevereiro de 1650.
Principais realizações
Sugeriu a união entre os estudos da Álgebra e Geometria, criando a Geometria Analítica.
- Desenvolveu o Sistema de Coordenadas, também conhecido como Plano Cartesiano.
- Desenvolveu o Método Cartesiano no qual defende que só se deve considerar algo como verdadeiramente existente, caso possa ser comprovada sua existência. Também conhecido como Ceticismo Metodológico, segue o princípio de que devemos duvidar de todos conhecimentos que não possuem explicações evidentes. Este método também se baseia na realização de quatro tarefas: verificar, analisar, sintetizar e enumerar.
Principais obras
Regras para a direção do espírito (1628)
- Discurso sobre o método (1637)
- Geometria (1637)
- Meditações Metafísicas (1641)

Louis Pasteur


         Louis Pasteur foi um cientista francês que fez descobertas que tiveram uma grande importância tanto na área de química quanto na de medicina. Foi ele quem criou a técnica conhecida hoje como pasteurização.
Biografia, descobertas e estudos 
         Não foi um aluno de destaque até transferir-se para a Escola Normal Superior em 1843. licenciar-se e ter acesso às aulas de um grande químico francês chamado Jean Baptiste Dumas. A partir daí, ele começou a se interessar pela química.


            Seu interesse pela química era tão grande que ele logo se tornou professor de química em Estrasburgo e, algum tempo depois, em Paris.
Em 1848, ele fez uma descoberta sobre o dimorfismo do ácido tartárico, enquanto observava no microscópio a surpreendente simetria apresentada nos dois tipos de cristais do ácido racêmico.


           Com apenas 26 anos de idade, Pasteur fez uma descoberta sobre o desvio no plano de polarização da luz que lhe valeu a concessão da Légion d'Honneur Francesa" .
Algum tempo após, atendeu a solicitação de alguns dos vinicultores e cervejeiros da região que lhe pediram para descobrir como os vinhos e a cervejas azedavam.


Durante sua  investigação, através do uso de microscópio, ele pôde constatar que a levedura ocasionava este processo. Solucionou este problema através de um processo que originou a atual técnica de pasteurização dos alimentos.


A partir desta nova descoberta, ficou constatado que tanto nos processos de fermentação quanto nos de decomposição orgânica, há a ação de microorganismos.


Em 1865, sua descoberta foi utilizada pelo cirurgião Joseph Lister, que utilizou os conhecimentos de Pasteur com o objetivo de eliminar os microorganismos presentes em feridas e incisões cirúrgicas.
No ano de 1871, Pasteur insistiu para que todos os médicos dos hospitais militares passassem a adotar esta técnica em todos os instrumentos de procedimento médico.
Em sua "teoria germinal das enfermidades infecciosas", este importante químico e pesquisador defende a idéia de que toda doença infecciosa tem sua causa num microorganismo com grande capacidade de propagar-se entre as pessoas. Segundo ele, deve-se identificar o micróbio causador de cada doença para se descobrir um modo de combatê-lo.
Seus intensos estudos sobre a vida dos microorganismos patogênicos o levaram a descobrir uma forma de combatê-los, foi a partir de então, que ele descobriu às vacinas, entre elas, a anti-rábica                               


John Dalton






                 John Dalton nasceu a 6 de Setembro de 1766 em Eaglesfield, falecendo em Manchester a 27 de Julho de 1844. Foi um cientista inglês que fez um extenso trabalho sobre a teoria atómica, dedicando a sua vida ao ensino e à pesquisa. Dalton é mais conhecido pela famosa Lei de Dalton, a lei das pressões parciais e pelo daltonismo, o nome que se dá à incapacidade de distinguir as cores, assunto que ele estudou e mal de que sofria.
Ensinou Matemática, Física e Química, no New College em Manchester. Em 1825, recebeu a medalha da Sociedade Real pelo seu trabalho sobre a teoria atómica. Possuia grande pendor para o magistério e grande dedicação às ciências.
Para ele tudo era formado por partículas, e retomou a ideia do átomo e da sua estrutura. Utilizou o nome de "átomo", em homenagem a Leucipo e seu aprendiz Demócrito. Essas partículas eram esferas de diferentes tipos em relação a quantidades de átomos conhecidos. A palavra átomo, de origem grega, significa exatamente indivísivel, pois segundo Demócrito, a sua divisão era impossível. O modelo atómico que desenvolveu, representava o átomo como uma particula maciça. Ficou então conhecido como o modelo da "Bola de bilhar".
fonte do texto"John Dalton":http://www.explicatorium.com/John-Dalton.php

Georg Simon Ohm


           Georg Simon Ohm foi um importante físico e matemático nascido em 1789 em Erlangen na Baviera, Alemanha. Entre os anos de 1825 e 1827, com base no estudo da condução do calor de Fourier e na construção de fios metálicos de diferentes comprimentos e diâmetros para estudar a condução eléctrica, Ohm desenvolveu a primeira teoria matemática da condução eléctrica nos circuitos. Este seu importante trabalho não teve o merecido reconhecimento na altura e apenas em 1841 a famosa lei de Ohm se torna conhecida, no mesmo ano em que recebe a medalha Copley da Royal Society britânica.
Em 1852, dois anos antes da sua morte e após vários anos com empregos pouco estáveis em Colónia e em Nuremberga, consegue uma posição estável como professor de física na Universidade de Munique.

fonte do texto"Georg Simon Ohm":http://www.knoow.net/cienciasexactas/fisica/ohmgs.htm#verma
                     
                       Humphry Davy
                

                                     
            Davy foi um químico britânico mais conhecido por seus experimentos em química-electro e sua invenção da lâmpada de um mineiro de segurança.
            Humphry Davy nasceu em 17 de dezembro de 1778, em Penzance, na Cornualha. Ele foi aprendiz de um cirurgião de 19 anos e foi para Bristol a estudar ciência. Lá, ele investigou gases. Ele preparou e inalado o óxido nitroso (gás hilariante) e em 1800 publicou os resultados de seu trabalho em "Investigações Químicas e Filosóficas". Isso fez com que sua reputação e no ano seguinte foi contratado como professor assistente de química na Royal Institution. Lá, ele foi um grande sucesso, com suas palestras em breve tornar-se um sorteio para moda em Londres sociedade. Ele se tornou um membro da Royal Society em 1803 e foi premiado com a medalha Copley em 1805.
             Em 1800, o cientista italiano Alessandro Volta tinha introduzido a primeira bateria. Davy usou isso para que hoje é chamado de eletrólise e foi capaz de isolar uma série de substâncias, pela primeira vez - de potássio e de sódio em 1807 e, cálcio, estrôncio, bário e magnésio no ano seguinte. Ele também estudou as forças envolvidas nessas separações, inventando o novo campo da eletroquímica.
             Davy foi agora considerado um dos maiores cientistas da Grã-Bretanha e foi nomeado cavaleiro em 1812. Em 1813, Davy partiu em uma viagem de dois anos para a Europa. Ele visitou Paris - apesar de a Grã-Bretanha e França estavam em guerra - onde ele coletou uma medalha que lhe foi atribuído por Napoleão, e identificou o elemento iodo, pela primeira vez.
              Em 1815, ele recebeu uma carta de alguns mineiros de Newcastle que falam sobre os perigos enfrentados a partir do gás metano. O gás muitas vezes cheios de minas, e pode ser desencadeada pelas velas que tinham em seus capacetes à luz o seu trabalho. Os incêndios e explosões resultantes causou muitas mortes. Davy separados a chama do gás, e sua "Davy 'lâmpada mais tarde se tornou amplamente utilizado. No mesmo ano George Stephenson, o engenheiro ferroviário, também inventou uma lâmpada de segurança.
              Davy foi feito um baronete em 1818 e 1820-1827 foi presidente da Royal Society. Ele faleceu em 29 de maio de 1829 na Suíça. Seu assistente, Michael Faraday, passou a estabelecer uma reputação ainda mais prestígio do que Davy.       


                                            Antoine de Lavoisier



"Na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma" 
                      A frase doa cima lhe parece familiar? Pois ela tem a ver com a Química e foi dita pelo químico francês Antoine Laurent de Lavoisier. Fascinado por estudos e descobertas, ele não só revolucionou essa área da ciência como também trabalhou em outros campos do conhecimento.
                        Lavoisier nasceu em Paris, em 1743. Filho de uma família de classe média alta, estudou nas melhores escolas francesas. Formou-se em Direito, mas nunca exerceu a profissão. Fisgado pela Química, tornou-se um grande cientista. Aos 23 anos foi eleito membro da Academia Francesa de Ciências e, por seu talento, logo indicado ao posto de diretor da Administração da Pólvora, um dos comitês da academia.



                     Mas, em 1768, Lavoisier parecia se afastar do meio científico. Foi trabalhar na Ferme Générale, agência ligada ao governo e responsável pelo recolhimento de impostos. Lavoisier afirmava que seu objetivo naFerme Générale era conseguir dinheiro para financiar suas pesquisas. Ainda assim, sua ligação com essa empresa considerada corrupta era malvista pela população.

                       Aos 29 anos, Lavoisier casou-se com Anne-Marie, filha de 13 anos de um dos sócios da Ferme    Générale. A esposa do cientista teve um papel importantíssimo nas pesquisas de Lavoisier. Era ela quem traduzia obras científicas do inglês para o francês, acompanhava as experiências do marido, fazia anotações e ilustrações.

                      Para se dedicar à ciência e ao trabalho, Lavoisier adotava uma rotina diária rigorosa. Acordava às seis horas da manhã e trabalhava em suas pesquisas até as oito. Em seguida, tratava dos negócios da Ferme Générale, da Administração da Pólvora e de outros comitês da Academia Francesa de Ciências. Das sete às dez da noite, voltava a seus estudos. Domingo era o "dia de felicidade", ocasião em que o cientista fazia seus experimentos.

                  Em 1789, Lavoisier lançou o Tratado Elementar de Química, obra que seria considerada de grande importância para a ciência. Na mesma época, a França passava por um período complicado. As classes mais pobres da população, das quais o governo cobrava impostos, se rebelaram e teve início a Revolução Francesa. A ligação de Lavoisier com a Ferme Générale custou-lhe a vida: ele foi acusado de desvio de dinheiro público e morto na guilhotina em 1794.

                  Comenta-se que, no dia seguinte à morte de Lavoisier, o famoso matemático Joseph-Louis Lagrange teria dito: "Necessitou-se apenas um instante para cortar sua cabeça, mas, talvez, um século não seja suficiente para produzir outra igual".


                                                                                             



Quem foi 
              Arquimedes foi um importante cientista , inventor e matemático grego. Nasceu na cidade de Siracusa (colônia grega na Magna Grécia em 287 A.C. e morreu em 212 A.C, assassinato por um soldado romano.

Descobertas 
               Fez grandes descobertas e invenções como, por exemplo, o parafuso, a roldana e as rodas dentadas.

             Foi Arquimedes quem determinou o principio da hidrostática, chamado de Princípio de Arquimedes. O enunciado deste principio é : Qualquer corpo mergulhado na água perde uma parte de seu peso igual ao peso do volume de água que desloca.

         Ele fez esta importante descoberta quando tomava banha em sua banheira. Percebendo a importância da descoberta, saiu gritando pela rua: “Eureka!, Eureka!”, que, em grego, significa “Achei!, Achei!”. Este termo é até os dias de hoje usado quando uma pessoa faz uma grande descoberta.

               Com a descoberta deste princípio, ficou mais fácil determinar o peso específico dos corpos, tornando a água como unidade.



                Charles Darwin                                                       

Quem foi 
             O biologista e naturalista Charles Darwin nasceu na Inglaterra e viveu de 1809 a 1882. Durante um período de cinco anos, ele colaborou com pesquisas realizadas nas costas e em ilhas da América do Sul,  Austrália e Nova Zelândia.
                Ficou surpreso com o grande número de espécies de plantas e de animais que, até então, eram desconhecidos. O que lhe chamou mais atenção foram as incontáveis diversidades de tentilhões, que só conheceu na ilha dos Galápagos, situada na costa ocidental da AM.do Sul
            Durante os cinco anos que ele permaneceu nessa viagem científica, e também depois, o naturalista buscou descobrir a razão da grande diversidade de plantas e animais.

           No ano de1859, na certeza de ter a encontrado a resposta aos seus questionamentos, ele escreveu o livro: A Origem das Espécies. Posteriormente, Darwin escreveu outra obra: A Descendência do Homem, nesta ele manifestou suas idéias sobre o surgimento da raça humana no planeta Terra. Seus dois livros geraram debates e muitas controvérsias na época, contudo, hoje em dia, muitas de suas idéias são aceitas pela ciência.
.

                  Ele acreditou que a razão de existir pequenas diferenças na descendência, tanto das plantas como dos animais, fazem com que certas espécies vivam mais tempo do que outras. No caso das que possuem vida mais longa, estas gerarão mais descendentes, e este fato permitirá o aparecimento gradual de novos tipos de variações.
          Alessandro Volta
   Alessandro Giuseppe Antonio Anastasio Volta foi um físico italiano, conhecido especialmente pela invenção da bateria. Mais tarde, viria a receber o título de conde.
Volta nasceu e foi educado em Como, Itália, onde ele se tornou professor de Física na Escola Real em 1774. A sua paixão foi sempre o estudo da electricidade.
      De vi attractiva ignis electrici ac phaenomenis inde pendentibus foi seu primeiro livro científico. Em 1775 ele criou o electróforo, uma máquina que produzia eletricidade estática.
Em 1779 ele tornou-se professor de Física na Universidade de Pavia, posição que ocupou durante 25 anos. Em 1794, Volta casou-se com Teresa Peregrini, filha de Count Ludovico Peregrini; o casal teve três filhos.
      Em 1800, como o resultado de uma discórdia profissional sobre a resposta galvânica, advocado por Luigi Galvani, Volta desenvolveu a tão-falada pilha voltaica (comprovando que para a produção de electricidade, a presença de tecido animal não era necessária), um predecessor da bateria eléctrica. Volta determinou que os melhores pares de metais dissimilares para a produção de electricidade eram zinco e prata. Inicialmente, Volta experimentou células individuais em série, cada célula sendo um cálice de vinho cheio de salmoura na qual dois electrodos dissimilares foram mergulhados. A pilha eléctrica substituiu o cálice com um cartão embebido em salmoura. (O número de células, e consequentemente, a voltagem que poderiam produzir, estava limitado pela pressão exercida pelas células de cima, que espremeram toda a salmoura do cartão da célula de baixo).Em honra ao seu trabalho no campo da eletricidade  Napoleão fez de Volta um conde em 1810; em 1815, o Imperador da Áustria nomeou Volta professor de Filosofia na Universidade de Pádua. Volta está enterrado na cidade de Como, Itália. O Templo Voltiano perto do Lago Como é um museu dedicado ao trabalho do físico italiano; os seus instrumentos e publicações originais estão expostos neste local.
         Em 1881 uma importante unidade eléctrica, o volt, foi nomeada em homenagem a Volta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário